Notícias

Identificado na Indonésia último local de ocorrência do Homo Erectus

Pesquisa sugerem que o hominídeo se extinguiu entre 117.000 e 108.000 anos atrás, e foi contemporâneo de outras espécies humanas

Calota craniana de um dos fósseis de Homo erectus encontrados em Java, na Indonésia. Crédito: Russell L. Ciochon e Kiran Patel, Universidade de Iowa

Uma equipe de cientistas identificou a última ocorrência conhecida do Homo erectus em Java Central, na Indonésia, datando de entre 117.000 e 108.000 anos atrás. Ancestral dos humanos modernos que viviam na época do Pleistoceno, o Homo erectus apareceu pela primeira vez há aproximadamente 2 milhões de anos.

Uma colaboração internacional de pesquisadores, liderada por John-Paul Zonneveld, da Universidade de Alberta no Canadá, usou modernas tecnologias de datação em um grupo de fósseis originalmente encontrados na década de 1930. O conjunto de fósseis inclui 12 calotas cranianas e 2 ossos da perna encontrados em um acúmulo ossos conhecido como “bone bed” (cama de ossos), a 20 metros do Rio Solo em Ngandong, na ilha de Java, Indonésia. O estudo foi publicado na revista Nature.

+ LEIA MAIS:

Rosto mais fino do Homo sapiens surgiu graças à evolução, diz estudo

Delta do rio Cubango, em Botsuana, pode ter sido local de origem da humanidade

“A incerteza sobre a idade dos ossos dos Homo erectus de Ngandong nos impedia de avaliar com precisão a relação entre esses primeiros humanos com outras espécies humanas”, diz Zonneveld, professor do Departamento de Ciências da Terra e Ciências Atmosféricas da Universidade de Alberta. “Também é intrigante que essas datas indiquem que o Homo erectus se sobrepôs temporalmente a uma ou mais espécies humanas”.

Os fósseis fazem parte de um evento de morte em massa que ocorreu como resultado de uma mudança no clima. Aproximadamente 130.000 anos atrás, o clima da Indonésia mudou de pastagem seca para floresta tropical, e as espécies Homo erectus não conseguiram se adaptar. Foi nesse momento que eles foram extintos. Segundo o estudo, a cama de ossos foi formada quando os restos mortais foram levados pelo rio e depositados em sua jusante.

“Este foi um projeto empolgante de fazer parte. Fiquei honrado em poder contribuir com análises da fauna associada ao Homo erectus em Ngandong”, acrescenta Zonneveld.

Universidade de Alberta