Notícias

Oitava edição da Star Party quer atrair mais jovens para a ciência

Com presença de astrônomos e youtubers, festa vai contar com atividades práticas para amadores interessados

Lançamento de foguete na base Marcos Pontes/Divulgação

No próximo dia 20 de julho, ocorre em Brotas (SP) a oitava edição da Star Party. O evento reunirá turistas, astrônomos amadores e cientistas para discutir e vivenciar a paixão pela Astronomia. A festa é organizada pela Fundação CEU (Centro de Estudos do Universo).

A escolha da data de  20 de julho coincide com o aniversário de 50 anos do primeiro pouso lunar, efetuado pela missão Apollo 11. Além disso, julho é um mês que chama atenção por seus eclipses: tivemos um solar, no dia 2 de julho, e haverá um lunar no dia 16, o que ajuda a aumentar o interesse geral pela astronomia.

A Star Party retorna após três anos de hiato. Antônio Rabello, diretor da Fundação CEU e idealizador do evento, diz que atende demanda do público amador interessado em eventos que não necessariamente tenham teor acadêmico.  “Nós tivemos muitas solicitações ao longo desses últimos anos, e resolvemos fazer novamente. Nosso trabalho é voltado para atrair o público geral”.

Essa edição também busca atrair o segmento jovem.  “Ao invés de trazer personalidades da área de astronomia já consagradas, o que sempre foi o nosso foco, resolvemos investir em formadores de opinião e youtubers”, explica Rabello. Um exemplo disso é a palestra ministrada por Schwarza, youtuber e divulgador científico, que falará sobre “A Ciência na Cultura Pop”. Mesmo assim, autoridades na área estarão presentes, como o astrofísico Marcelo Rubinho e Ivan Lima, astrobiólogo da Nasa.

Essa ideia surgiu também de uma demanda observada: “Nós recebemos muitas escolas ao longo do ano, e vemos interesse dos alunos em seguir carreira nessa área. A festa pode despertar no jovem uma formação acadêmica no futuro”, conta Rabello. 

A  Fundação CEU iniciou as atividades em 2001, com objetivo de divulgar diversas áreas da ciência, como Astronomia, Astronáutica, Geologia, Biologia e Meio Ambiente, entre outras. Está localizada na cidade de Brotas, a 240km da capital paulistana, e é destino de visitantes e escolas de vários estados do país para turismo pedagógico e didático.

Além de palestras e observação do céu, o evento contará também com um lançamento de um foguete na base Marcos Pontes, inaugurada pelo cientista que hoje é ministro Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). À noite e adentrando a madrugada, estão previstas sessões de planetário e visitas às estruturas da Fundação, que incluem uma caverna cenográfica (com efeitos especiais para que os visitantes explorem rochas e fósseis), réplica do esqueleto de um Alossauro (com 5 metros de altura), réplica do monumento Stonehenge, e outros.

Os preços variam de $ 40 (meia entrada) a R$ 110, e a programação completa pode ser vista no site da Fundação.

Bruno Carbinatto